Escola de Educação Infantil e Berçário Eco Aprender
Escola de Educação Infantil e Berçário Eco Aprender

A importância do video game no desenvolvimento e crescimento das crianças

O VideoGame ao longo do tempo vem evoluindo e mostrando que pode ser um aliado para o desenvolvimento e crescimento das crianças, exatamente o contrário que muitos falavam, que achavam que ele era prejudicial a saúde das crianças e jogadores em geral.

Obvio que seu uso deve ser controlado pelos pais para que ele não passe de aliado a vilão, os jogos devem ser bem escolhidos e o seu tempo de jogo moderado. "Crianças que ficam muito tempo jogando e prejudicam outras atividades - como a alimentação e a escola - precisam de limites orientados pelos pais", conta a psicóloga Ana Luiza Mano, do NPPI (Núcleo de Pesquisa da Psicologia em Informática - da PUC São Paulo).

Listamos algumas das vantagens em jogar videogame para seu filho:

Raciocínio lógico

Jogos de estratégia, em que é preciso encontrar a solução certeira, estimulam o raciocínio. "Para ultrapassar os obstáculos do videogame, é preciso tomar as atitudes certas, o que favorece o pensar lógico", explica a psicóloga Ana Luiza Mano. A vontade de vencer impede que a criança simplesmente desista frente à dificuldade. Além disso, a melhora é progressiva, já que cada fase é um pouco mais difícil que a anterior.

Videogame

Mais tolerância a frustrações

É normal perder uma partida de videogame e pode acontecer pelos erros mais bobos. "Por colocar a perda de u ma maneira clara e oferecer a possibilidade de recomeçar, os jogos ajudam a criança a saber perder e saber ganhar", afirma a psicóloga Blenda de Oliveira, especializada em psicoterapia Infantil e familiar, de São Paulo.

Videogame

Agilidade

Ultrapassar obstáculos, encontrar a saída ou achar a resposta com rapidez faz com que a mente fique mais rápida. Além disso, joguinhos que colocam limite de tempo são ainda mais eficientes para desenvolver esse aspecto.

Um estudo realizado pela Universidade de Rochester (EUA) analisou a resposta de dezenas de jovens a desafios rápidos. Os pesquisadores observaram que aqueles que jogavam games de ação eram, em média, 25% mais rápidos para chegar a uma conclusão e responder corretamente às perguntas. Além disso, os brinquedos que oferecem a possibilidade de exercício físico geram tanto agilidade mental quanto física.

Videogame

Vale como exercício físico

Alguns aparelhos modernos, como o Nintendo Wii, estimulam a atividade física e até oferecem jogos que orientam exercícios, como yoga e treinamento muscular. A psicóloga Ana Luiza recomenda que o exercício seja feito com bastante cuidado, já que não há supervisão de um profissional.

A especialista comenta um estudo realizado pela Universidade de Ottawa, no Canadá, que testou o vídeo game Wii em pacientes com doença de Parkinson. O resultado foi uma melhora expressiva no equilíbrio e no quadro dessas pessoas.

Videogame

Convívio com a família

O videogame pode ser útil para unir a família, não apenas por ter possibilidade de jogos em grupo, mas porque permitem que os pais se envolvam no universo da criança. Pais e filhos ganham juntos, perdem juntos e se divertem juntos. Isso aumenta a cumplicidade e a parceria. "Para isso, é importante que os pais estimulem sempre os jogos que usam pelo menos dois controles em vez daqueles que estimulam o jogar solitário", lembra Blenda de Oliveira.

Videogame

Convívio com outros colegas

Quem nunca convidou um amiguinho para ir brincar lá em casa? Pois é, já que a onda agora é o videogame, vale chamá-lo para disputar uma partida. "Os games também podem ser jogados online, o que estimula o contato com outras pessoas e até com novos conhecimentos", explica Ana Luiza. A psicóloga enfatiza a importância da supervisão e da orientação dos pais para que a criança não divulgue informações extras, como endereço e escola. "Afinal, trata-se de um relacionamento com pessoas desconhecidas da família", lembra a especialista.

Videogame

Coordenação

Quem já tentou jogar videogame sabe que não é fácil apertar os botões certos na hora certa. Os estímulos visuais, auditivos e, em alguns jogos, sensoriais, surgem todos ao mesmo tempo. Segundo a psicóloga Blenda explica, existem estudos que comprovam que quem curte os games têm melhor coordenação motora. Um deles, realizado na Universidade de Albuquerque (EUA), encontrou que o córtex cerebral de quem joga videogame é mais espesso justamente na área relacionada a essa função. "Afinal, não é fácil apertar botões para cima, para esquerda, para direita, para baixo, saber o que está acontecendo na tela e ainda estar atento aos sons do jogo", diz a especialista.

Videogame

Atenção

Quem já tentou jogar videogame sabe que não é fácil apertar os botões certos na hora certa. Os estímulos visuais, auditivos e, em alguns jogos, sensoriais, surgem todos ao mesmo tempo. Segundo a psicóloga Blenda explica, existem estudos que comprovam que quem curte os games têm melhor coordenação motora. Um deles, realizado na Universidade de Albuquerque (EUA), encontrou que o córtex cerebral de quem joga videogame é mais espesso justamente na área relacionada a essa função. "Afinal, não é fácil apertar botões para cima, para esquerda, para direita, para baixo, saber o que está acontecendo na tela e ainda estar atento aos sons do jogo", diz a especialista.

Videogame

COMPARTILHE ESTA MATÉRIA COM SEUS AMIGOS